IPVA 2019: Veja as novas regras para o ipva 2019

O IPVA 2019 sofreu algumas mudanças significativas e que precisam de atenção dos proprietários de veículos, para não sofrerem penalidades e terem que pagar multas.

Somente contextualizando,  o IPVA, ou Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é um pagamento anual e obrigatório que todo proprietário de veículo deve fazer, seja este carro, ônibus, moto ou caminhão.

Assim, também existe o DPVAT, ou Seguro de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, que se trata de um seguro que protege o condutor, os passageiros e os pedestres, em caso de acidente no trânsito e que é pago junto ao IPVA 2019.

Agora, para você que deseja saber todas as novas regras IPVA 2019, separamos elas abaixo, confira.

Quais as novas regras do IPVA 2019?

Entre as novas regras e alterações que IPVA 2019 sofreu podemos listar:

  • Agora o pagamento pode ser feito no cartão de crédito.
  • Não há mais opção de parcelamento antecipado.
  • Opção de parcelamento no cartão de crédito ou no débito em até 12x.
  • Ocorreu mudanças no pagamento de acordo com a placa do veículo.
  • Parcelas quitadas até 15/01/2019 possuem 10% de desconto.
  • Parcelamento pago em 10x com o primeiro pagamento até 15/01/2019 ou sem desconto até 15/10/2019.

Mas, atenção, já que as novas regras do IPVA 2019 podem ser diferentes depende do Estado onde se vive.

Por isso, é importante você buscar informações junto ao DETRAN de sua cidade ou na Receita Federal da sua região.

Exemplo das novas regras do IPVA 2019

Por exemplo, para quem possui um veículo licenciado na cidade do Rio de Janeiro pode usar a opção Parcele Tudo, que é o programa do DETRAN para parcelar multas.

Com o pagamento Feito, a compensação bancária acontece em até 24 horas,  em dias úteis, e em até 2 dias caso caia em finais de semana.

Assim, essas são as novas regras do IPVA 2019, com a possibilidade agora de quitar multas no cartão ou débito em até 12x.

Tudo isto, conta na Resolução nº 736, de 5 de julho de 2018 e Portaria nº 149, de 12 de julho de 2018, caso você ainda tenha dúvidas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *