Como evitar os 6 erros financeiros mais comuns

Como evitar os 6 erros financeiros mais comuns? Muitas pessoas cometem erros básicos em sua vida financeira, os quais a deixam cada vez mais distantes de economizar e conquistar seus objetivos, seja comprar um carro novo, uma casa, iniciar a faculdade, entre outros.

Confira aqui neste artigo como evitar os 6 erros financeiros mais comuns!

Um dos questionamentos mais frequentes é do “Por que é tão difícil economizar”, no entanto, a resposta para isso está nos pequenos hábitos que precisam ser realizados, para que seja possível se organizar financeiramente e conquistar os objetivos.

Os 6 erros financeiros mais comuns e como evitá-los

Quando iniciamos nosso próprio negócio, a questão de saber como gerenciar nossas finanças se torna ainda mais importante, porque essa tarefa depende de se nosso empreendimento é lucrativo e, portanto, não estamos perdendo tempo valioso e, é claro, dinheiro.

Como mencionamos acima, cometer erros no gerenciamento de finanças pessoais é mais comum do que pensamos, e através de estudos concluiu-se que as pessoas têm o mesmo padrão cometendo os mesmos erros financeiros.

Se você estiver constantemente lutando para sobreviver mês após mês gerenciando seu dinheiro, este guia o ajudará a detectar o que está fazendo de errado e, o mais importante, o que você pode começar a mudar hoje para melhorar sua situação financeira.

Quais são os erros financeiros mais comuns?

Aqui estão os erros mais comuns que cometemos ao gerenciar nossas finanças:

1. Esquecer o tópico “economizar”

Algumas pessoas cometem o grande erro de acreditar que, como hoje estão ganhando bem, não tem com o que se preocupar, afinal, está pagando a fatura do cartão em dia, sobra dinheiro para diversão e ainda leva uma vida confortável. No entanto, é preciso adquirir o hábito de economizar, independente do salário.

Uma das melhores estratégias para evitar cair na crise econômica é economizar uma parcela do salário, como muitos economistas indicam, o famoso 10%.

Não é preciso parar de se divertir e gastar dinheiro consigo, mas aprender a poupar é um dos fatores que podem levá-lo ao sucesso.

2. Gastar mais dinheiro do que ganha e dependa totalmente de cartão de crédito

Não é preciso uma queda na economia para saber que se gastarmos mais do que ganhamos, criaremos um buraco em nossas finanças que será cada vez mais difícil de fechar.

O cartão de crédito existe para ajudar realizar compras importantes com ótimas condições de pagamento, mas não devemos esquecer que só devemos endividar com empréstimos e altas prestações, se tivermos capacidade para responder a dívidas. Caso contrário, você colecionará restrições no CPF.

3. Não registrar as despesas

Observar seu dinheiro sair do controle como areia e se perguntar o que está acontecendo, sem ousar olhar para o lado, é um grande erro.

Se temos um vazamento de gás em nossas casas, devemos verificar a origem, certo? O mesmo acontece com o dinheiro que sai dos nossos bolsos. Como discutido um pouco acima, é importante esclarecer o que você está gastando a mais, para poder tomar uma decisão formal sobre o que fazer.

Garanto-lhe que sempre existem despesas que não são totalmente necessárias para você e que, portanto, você pode minimizar ou eliminar para ver a “luz no fim do túnel”. Está provado que as pessoas que são mais organizadas em suas vidas são as que têm melhor controle de suas finanças.

Portanto, é aconselhável deixar a preguiça para trás e agendar despesas por mês, para que você tenha a evidência do que está fazendo, verificando para onde o seu dinheiro está indo e encontrando a medida que pode ser adotada para economizá-lo.

Faça um relatório dos gastos sempre, mesmo que seja uma despesa muito simples, como aquele café de R$ 3 que você toma todo dia antes do trabalho.

4. Esquecer de pagar o seguro

Estávamos conversando sobre priorizar despesas, deixando o que não for essencial de lado. O seguro, diferentemente do que algumas pessoas podem dizer, é totalmente essencial e é necessário que eles estejam em dia se algo der errado.

Seja saúde, automóvel ou proteção de ativos, é bom investir em seguros que cubram qualquer perda ou acidente que possa ocorrer, para que você não precise procurar dinheiro e tenha que fazer empréstimos desesperado. Esse não é um gasto, mas, sim, um investimento.

5. Empréstimo com credores que oferecem boas condições, mas acabam tirando vantagem

Uma coisa são os créditos e empréstimos bancários necessários quando estamos criando uma empresa, mas outra muito diferente é pedir emprestado a um credor ou a qualquer tipo de pessoa que sempre buscará se beneficiar da “ajuda” que está lhe oferecendo neste momento.

Lembre-se de que é sempre melhor começar devagar, mesmo que você ache que o negócio em que está investindo pode ser muito lucrativo, vá com calma e tenha paciência para ir injetando dinheiro conforme for obtendo retorno.

No caso de dívidas, os empréstimos são a pior opções, pois você irá quitar uma dívida fazendo outra, ou seja, será uma bola de neve.

Antes de solicitar um empréstimo, pare e pergunte a si mesmo se mais dinheiro realmente resolverá os problemas ou se precisa mudar seus hábitos para solucioná-los. Se você não se educar financeiramente e mudar o modo como pensa, poderá ter uma grande quantidade de dinheiro, mas sempre ser verá com boleto, dívidas para pagar, entre outros problemas financeiros.

6. Não se atreve a sair da zona de conforto

Pode parecer um pouco contraditório com o que lhe dissemos anteriormente ou com o que seus pais lhe disseram desde que você era muito jovem, mas não deixar sua zona de conforto não apenas o estagna, mas também o impede de tentar fazer algo diferente, e isso pode se tornar o que acaba elevando suas dívidas.

Sair da zona de conforto é um grande passo, mas lembre-se de fazê-lo com sabedoria, raciocínio e avaliação das condições atuais. Não faça investimentos motivados por emoções ou adrenalina, mas pelo bom senso e realidade.

Se você tem uma boa ideia, não tenha medo de acreditar nela e, se ainda não a tiver, não se preocupe, pois organizando suas finanças, com certeza virá.

Dicas – Lá Folia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *